Vejo flores em você, mãe!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Se lembram da Menara? Do scrap das irmãs?

Não?! Então clique aqui !

Ela encomendou outro scrap lindo e cheio de cores, flores e sentimento! A presenteada dessa vez foi sua mãe. E para isso nada melhor do que aquela tradicional foto da família. O scrap viajou por uns dias e aterrizou na casa da Michela, um presente de amor para aquele anjo mãe.

Grande amor que a gente conhece bem, incomparável e merecedor das mais lindas formas de expressão, amor de mãe! E as mais belas flores estão em você, sinto e as vejo! 


Mãe, vejo flores em você!
Tudo que sou e espero devo ao meu anjo mãe!
Mãe, vejo flores em você!

Mãe, vejo flores em você!

Mãe, vejo flores em você!
Scrap 30x30 cm , moldura branca


Mais encomendas fale comigo pelo email nathy@ateliefotoarte.com.br

Read more...

Diário Fotográfico #42

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Estou vendo pela primeira vez as fotos de uma viagem para Pirenópolis que fiz com o Léo e a família dele! É tão bom recordar, é tão bom quanto viver aliás recordar é reviver.

Tantos lugares, poses e sorrisos fotografados, mas um desses sorrisos em especial me chamou a atenção por se parecer com o meu estado de espírito hoje, agora!  Sorriso aberto, grande, escancarado e feliz..

É feriado de carnaval, estou em  casa com minha família, o Léo e agora sim posso sorrir um sorriso assim, aberto, grande, escancarado e feliz, sinceramente feliz =D

Sorrisão


Read more...

Diário Fotográfico # 41

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio. Que a morte de tudo em que acredito
não me tape os ouvidos e a boca porque metade de mim é o que eu grito,mas a outra metade é silêncio...

Que a música que eu ouço ao longe seja linda, ainda que tristeza. Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada mesmo que distante porque metade de mim é partida mas a outra metade é saudade...

Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor. Apenas respeitadas como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos porque metade de mim é o que ouço mas a outra metade é o que calo...

Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço. E que essa tensão que me corrói por dentro seja um dia recompensada porque metade de mim é o que penso mas a outra metade é um vulcão...

Que o medo da solidão se afaste e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável. Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso que me lembro ter dado na infância porque metade de mim é a lembrança do que fui, a outra metade eu não sei...

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria para me fazer aquietar o espírito. E que o teu silêncio me fale cada vez mais porque metade de mim é abrigo mas a outra metade é cansaço...

Que a arte nos aponte uma resposta mesmo que ela não saiba. E que ninguém a tente complicar porque é preciso simplicidade para faze-la florescer porque metade de mim é platéia e a outra metade é canção...

E que a minha loucura seja perdoada porque metade de mim é amor! E a outra metade... também.

Oswaldo Montenegro


Orquídea


Read more...

Lembranças natalinas

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O Natal já passou, mas deixou recordações, momentos, sentimentos, sorrisos e olhares. Isso mesmo estou falando das fotografias! E é por isso que essa minha paixão aumenta a cada dia. Essa possibilidade de eternizar momentos únicos  e especias em nossas vidas é simplesmente fantástico!

E que tal juntar fotografia com scrapbook? União perfeita néh!

Foi assim que essas lembranças natalinas se uniram aos papéis, clipes, corações e muito amor por todos esses que são essenciais na minha vida!

Presentinho para minha mãe, que no fundo minha vontade mesmo era fazer dele mais uma página do meu álbum. Mas mee consola saber que foi uma página da minha vida.

Scrapbook de Natal

Scrapbook de Natal

Scrapbook de Natal

Scrapbook de Natal

Scrapbook de Natal

Scrapbook de Natal

Read more...

O maior destes é o amor' Ensaio de casamento

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. 


O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; 

Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado. Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor."
1 Coríntios 13:1-13

Hoje venho contar sobre um lindo dia, não só para mim, mas intensamente LINDO para os noivos. Os olhei de longe, vi um imenso véu pela grama e sorri. Cheguei mais perto e vi sapatos, um champanhe, bolhas e sorri de novo! 

O dia 10 de fevereiro foi divisor de águas na vida de duas pessoas e sol se abriu, forte e intenso. Não mais noivos e enfim casadíssimos, eles estavam curtindo, posando e namorando durante o ensaio fotográfico. 

Na equipe da Alyne Carneiro, 3 câmeras e vários expectadores que adoraram o clima romântico do Lago das rosas.. É o amor em mais uma de suas demonstrações!

Eu termino o dia com o mesmo sorriso e sonhando com o meu amor e a minha paixão.

Ensaio fotográfico de casamento

Ensaio fotográfico de casamento

Ensaio fotográfico de casamento

Ensaio fotográfico de casamento

Ensaio fotográfico de casamento

Ensaio fotográfico de casamento

Ensaio fotográfico de casamento

Read more...

Scrap das irmãs

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Mais uma apaixonada para o time do scrap, que tempos depois eu reencontro virtualmente!

A Menara é do Mato Grosso onde eu morei uns 3 anos e depois de mais tantos anos recebo um email seu querendo um lindo scrapduplo para presentear sua irmã que vai fazer aniversário.

Impossível não lembrar daquele tempo e sentir um saudadezinha de tudo que vivi e que passou tão rápido!

Mas enfim, o Ateliê deseja muitas fofuras coloridas nesse novo ano de vida e mostra agora alguns retalhos do scrap das irmãs!


"Pode-se chamar de irmão também aquele que se tem laço forte de amizade, tendo o meu significado de amigo."



Flores de fuxico, um charme!
Scrap duplo 30x60cm

A Menara é tão apaixonada por scrap que encomendou outro! Logo logo eu mostro para vocês..

Encomendas no email: nathy@ateliefotoarte.com.br

Read more...

Diário Fotográfico #40

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Amo-te [...] que o saibas... pra sempre!  Dan Brown

Não há outro sentimento que eu goste mais de falar do que ele, o amor! E confirmando tal sentimento uma fotografia do casamento de Cinthia e Sebastião.

Casamento



Read more...

Diário Fotográfico #39

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Voltando do trabalho ao som de Fruto Sagrado! =D
Ouvindo Fruto Sagrado

O que na verdade somos
Fruto Sagrado

Não há mais segredos pra esconder, por que complicar a verdade?
Que adianta apontar o caminho e seguir outra direção?
Quando mundo tenta nos enxergar, será que vê o que realmente somos?
Pra falar do amor, tenho que aprender a repartir o pão
Chorar com os que choram, me alegrar com os que cantam
Senão ninguém vai me ouvir...

Se a verdade é tão simples, onde erramos? Ou o que deixamos de fazer?
Se não há mais segredos, por que complicamos?
Poucos entendem a verdade!
Pra fazer diferença não basta ser diferente 
De que modo eu mudo a história? Com discurso ou com ação?


Read more...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sobre o ateliêfotoarte

Nathália ! ' futura fotógrafa e artista plástica.. aaaaamo artesanato, fotografia, tuudo qe seja arte =)

ateliêfotoarte Copyright © 2011 - Todos os Direitos Reservados